As ondas são um “material” muito versátil em termos de produção de energia, pois podem ser utilizadas de diversas formas por diversos tipos de instrumentos.

Uma das formas de aproveitar a energia das ondas é ao largo, ou seja, em águas profundas (de 25 a 50m) através de sistemas offshore (flutuantes ou de profundidade). Existem várias máquinas capazes de produzir energia através das ondas que existem longe da costa:

pelamis_515x235Pelamis – é uma estrutura semi-submersa composta por quatro cilindros ligados por articulações. Cada uma destas estruturas mede 150m de comprimento, 3,5m de diâmetro e pesa 700 toneladas. Portugal é um dos paises pioneiros na exploração da energia das ondas e o primeiro a ter um parque de ondas de produção de energia. As estruturas instaladas encontram-se no parque da Aguçadoura (Póvoa de Varzim) e são todas elas Pelamis.

O movimento oscilante das ondas faz mover as diferentes parte da estrutura pelamis3relativamente umas às outras nas zonas das articulações. No seu interior, encontra-se um óleo em circuito fechado, que vai sendo comprimido por macacos hidráulicos à medida que a estrutura oscila. Este, por sua vez, acciona um gerador que converte a energia cinética em electricidade.

wave dragon1

Wave Dragon - estas estruturas têm de largura máxima 350m. Encontram-se ainda em fase experimental (na Dinamarca), tendo já havido planos para a instalação de um parque com estas estruturas.

As ondas, ao se dirigirem de encontro a esta estrutura flutuante, colocam água na parte superior da mesma, no interior de um reservatório.WaveDragonDiagram Uma vez aí, a água segue por uma abertura no fundo da estrutura, no qual se encontra uma turbina que, com a passagem da água, põe em funsionamento um gerador que produz electricidade.

Estas são algumas de entre muitas outras estruturas (como o Aquabuoy, o Archimedes Wave Swing, …), algumas ainda em fase inicial de experimentação, outras já a avançar para a instalção definitiva e produção eléctrica.

Todavia, estas não são as únicas estruturas capazes de aproveitar a energia das ondas para produção de energia eléctrica, havendo também sistemas shoreline, ou seja, que se encontram próximo da costa (associados a molhes)ou apoiados directamente nela:

coluna de águaColuna de Água Oscilante – estas construções possuem na sua base uma abertura por onde as ondas entram, fazendo com que o ar que se encontre no seu interior fique na altura da entrada da água sob pressão, sendo por isso expelido por uma abertura que se encontra no outro extremo. Ao sair, acciona uma turbina que produz eléctricidade. Quando a água recua, é criada uma baixa pressão no interior, pelo que o ar que se encontra no exterior é sugado, fazendo girar novamente a turbina ao entrar.

.

<Distribuição Mundial de Potências das Ondas

Métodos de Produção de Energia Eléctrica>