Os moinhos eólicos, ou aerogeradores, são basicamente constituídos por:

  • Um rotor, ao qual estão acopladas as hélices ou pás (que chegam a medir mais do que30 metros);
  • Uma torre de suporte, que tem entre 50 a 80 metros de altura;
  • Uma cabina, ou nacelle, na qual se encontra o gerador e outros dispositivos.

Além dos componentes principais, os aerogeradores são compostos por um sensor de direcção, o qual tem como funcionalidade girar as hélices no sentido de apanhar o vento pela frente e obter o máximo rendimento. Para que o sensor de direcção funcione correctamente, é necessária a presença de dois dispositivos: um anemómetro e um medidor de direcção de vento, que servem, respectivamente, para medir a velocidade e a direcção do vento.

Já dentro da cabine, é possível encontrar dois eixos (principal e do gerador), existindo entre eles um conjunto de engrenagens a que se dá o nome de multiplicador. O eixo do gerador, tal como o seu nome indica, está acoplado ao gerador, sendo este o componente responsável pela conversão da energia mecânica em energia eléctrica.

Além disso, ainda existe um sistema aerodinâmico, designado por freixo, junto ao eixo principal que tem como função controlar a velocidade de movimento das pás. Em tempo de tempestade o freixo é normalmente accionado, impedindo que as hélices girem a velocidades superiores às ditas “normais”.

Por fim, ainda existe um computador no interior de cada cabine, designado por controlador electrónico, responsável pelo funcionamento do gerador, pelo sistema aerodinâmico, entre outros dispositivos.

Componentes de um Aerogerador

<O Vento…………………………………………………………….Energia Cinética dos Ventos>