Uma barragem pode ser de dois tipos: rígidas e não rígidas. No caso das primeiras, estas podem ainda se pertencer ao tipo “gravidade” ou ao tipo “arco”. No caso das barragens não-rigidas, ou são de terra, ou de enrocamento.

Rígidas:

  • Gravidade – Este tipo de barragem é constituído por um paredão de betão que resiste pelo próprio peso à impulsão da água e transmite todas as forças sentidas pelo mesmo ao solo. A utilização de contrafortes a jusante permite aligeirar o paredão da barragem;

Rigidas - Tipo Gravidade

  • Arco – A barragem em arco é construída em vales mais apertados, podendo desta forma a altura ser maior que a largura. A curvatura horizontal permite que a força de impulsão da água seja transmitida no sentido albufeira-margens.

Rigidas - Tipo Arco.

Não Rígidas:

  • Terra – Não Rigidas - TerraAs barragens do tipo terra são formadas pela deposição de grandes quantidades de terra sobre os cursos de água, sendo posteriormente compactada por equipamentos mecânicos específicos. Porém, também podem ser o resultado de escavações junto aos cursos de água;

  • Enrocamento – Este tipo de barragem é formado através da deposição de blocos de rocha de tamanho variado, sendo a sua consolidação obtida através de um cimento impermeável de origem sedimentar.

Não rigidas - Enrocamento

<Centrais Hidroeléctricas……………………………………………Tipos de Aproveitamento>